Navegação – Mapa do site

InícioNúmeros15Capa MIDAS 15

Capa MIDAS 15

Capa MIDAS 15

  “Ruminar o Museu”, 2022, de André Alves, Filipa Araújo e Max Fernandes 

Descrição

 

A capa do 15.º número da MIDAS tem por base uma imagem relativa à performance “Ruminar o Museu” dos artistas André Alves, Filipa Araújo e Max Fernandes. Esta “performance-discursiva” realizou-se no Centro Internacional de Arte José de Guimarães a 18 de Maio de 2022, no âmbito do Dia Internacional dos Museus. Segundo os artistas, «Ruminar o Museu convida à reflexão e a várias experiências de degustação em torno da construção da história, como a digerimos, como ela nos engole» (Alves, Araújo e Fernandes 2022, 3). Os artistas inspiraram-se na obra de José Guimarães, nomeadamente, nas séries “Negreiros” e no manifesto “Arte Perturbadora! Manifesto aos Pintores Inconformistas”.

 

Alves, André, Filipa Araújo e Max Fernandes. 2022. Ruminar o Museuhttp://www.theandrealves.com/files/ruminarlibretoweb.pdf

 

André Alves (n. Lever, Portugal, 1981). Artista visual, educador e escritor. Licenciado em Belas Artes (2005) e mestre em Educação em Artes Visuais (2009) pela Universidade do Porto, mestre em Belas Artes (2011) pela Universidade de Cincinnati (bolseiro Fulbright/Fundação Carmona e Costa). Doutor em Práticas Artísticas (2021) pela Valand – Academy of Art and Design da Universidade de Gotemburgo (Suécia). Mais sobre o artista em: http://www.theandrealves.com/

 

Filipa Araújo (n. Guimarães, Portugal, 1973) é tradutora, escritora, editora, professora, artista e investigadora independente em história da astrologia e astróloga. Tem desenvolvido e participado em projetos artísticos coletivos: “O Que Falta é Amor “(2017) e “Estação Encontro” (2019) com os artistas Max Fernandes e André Alves; faz parte do coletivo Sol Pele (com o artista Max Fernandes), de onde se destacam as exposições: “Contemplating Trees From Inside the Academy #4”, Centro para os Assuntos da Arte e Aequitectura (CAAA), 2021; “Vizinhos”, “Trees Outside the Academy”, CAAA, 2019; “Trees Outside the Academy”, CAAA, 2017.

 

Max Fernandes (n. Guimarães, Portugal, 1979). Artista e professor. Das atividades mais recentes destacam-se as exposições individuais “Preambular o Futuro”, Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), Guimarães, 2022; “Lembrete”, Mupy Gallery – Maus Hábitos, Porto, 2022; “Redor”, residência – Laboratórios de Verão, GNRation, Braga, 2021; “Cão-Rio (saco de arroz cozido no chão)”, “Uma Certa Falta de Coerência”, Porto, 2016; e as exposições coletivas: “Quatro Paredes e Duas Salas”, Teatro Municipal de Vila Real, 2022; “Ruminar o Museu”, CIAJG, Guimarães, 2022; “Um corpo um rio”, Galeria Liminare, Lisboa, 2021; “Figuras no Pensamentos Visual Crítico – parte II”, Museu Alberto Sampaio (Guimarães Project Room), 2021; “25 de abril – onde nasce a liberdade,” Espaço Mira, Porto, 2020. Mais sobre o artista em: http://maxfernandes.net/contact/biography.html   

 

   

Créditos
© Fotografia de Joana Mendonça. Conceção da capa: Elisa Noronha Nascimento
Direitos de autor

Apenas o texto pode ser utilizado sob licença . Outros elementos (ilustrações, anexos importados) são "Todos os direitos reservados", à exceção de indicação em contrário.

Ficheiro original
Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search