Navegação – Mapa do site

InícioNúmeros14Editorial

Editorial

Alice Semedo, Ana Carvalho, Paulo Simões Rodrigues, Pedro Casaleiro e Raquel Henriques da Silva

Texto integral

1O 14.º número da revista MIDAS é um número aberto (“Varia”), que resulta da diversidade geográfica e temática das propostas recebidas e do crivo da revisão por pares. A secção principal deste número abre com o artigo de Bruno Brulon (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO) e de Leandro Guedes, «Por uma Etnopreservação Integral do Patrimônio: A Biografia de Quatro Máscaras Waurá», que aborda trajetória de quatro máscaras do povo Waurá, adquiridas pelo Museu do Índio – FUNAI (Fundação Nacional do Índio), do Rio de Janeiro, em 2015. A partir desta análise, os autores propõem uma noção de preservação integral do património indígena, que implica a preservação do meio ambiente e as demarcações de terras indígenas, assim como a musealização dos objetos e a participação dos indígenas neste processo.

2Por sua vez, o artigo de António Cota Fevereiro (Universidade de Lisboa), «As Singularidades da Sala Chineza no Palácio da Ajuda: Contextualização Histórica e Contributos para a sua Museografia» faz uma contextualização e as influências que levaram à criação da Sala Chineza (c. 1865) e dos elementos decorativos que a compõem, no Palácio da Ajuda, em Lisboa. O aprofundamento deste conhecimento poderá possibilitar a fundamentação de futuras intervenções na museografia deste espaço.

3Na secção “Notações” publica-se um breve artigo de Ana Gago (Universidade Católica Portuguesa – Porto), «(Re)criar o Património: Levantamento de Tendências na Programação de Residências Artísticas em Portugal», que dá conta das linhas mestras da investigação que a autora desenvolve no âmbito do seu projeto de doutoramento. Segue-se uma notação acerca do projeto de investigação “muSEAum – Museus de Mar de Portugal” (2018-2021), da autoria de Rita Grácio et al. (Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias), que fez um levantamento de “museus de mar” no contexto português.

4Na secção “Ensaios” contamos com o texto «Máquina Museu», da autoria de Vítor Oliveira Jorge (Universidade Nova de Lisboa). Trata-se de uma reflexão crítica sobre a realidade dos museus e o que essa realidade implica como fenómeno social, na perspetiva experienciada deste autor.

5Por fim, na secção de recensões críticas destacam-se novas edições portuguesas, nomeadamente dois títulos da coleção “Estudos de Museus”. A Coleção, lançada em 2015, conta atualmente com 23 títulos publicados, a partir da edição de teses de doutoramento na área da museologia e dos museus. Neste âmbito inclui-se a recensão de Maria Emanuel Albergaria (Plano Nacional das Artes) sobre o livro Museus e Escolas: As Relações Pedagógicas e o Papel dos Museus (de Marta Ornelas), que se debruça sobre as relações entre museus de arte contemporânea, a escola e os jovens; tem como premissa a ideia de que o relacionamento dos jovens com as obras de arte nos museus pode potenciar a sua criatividade, o pensamento crítico e a cidadania ativa, ou seja, competências fundamentais na sociedade atual; e a recensão de Maria de Fátima Nunes (Universidade de Évora) do livro Os Imperativos da Arte: Encontros com a Loucura em Portugal no Século XX (de Stefanie Gil Franco), que aborda a história da arte e a história da psiquiatria, este último um terreno aparentemente menos óbvio para fazer ligações com a museologia. Todavia, este livro desvela um corpo significativo de arquivos, objetos e coleções, permitindo perspetivar futuras agendas e abordagens de investigação.

6No campo das edições espanholas é de referir o livro Investigación y Buenas Prácticas en Educación Patrimonial entre la Escuela y el Museo: Territorio, Emociones y Ciudadanía (ed. Trea), que destaca o potencial da escola, dos museus e do património para a construção de cidadãos mais críticos. Nas palavras de Rocío Raposo Camacho, autora da recensão, «El compromiso con la educación de ciudadanos del futuro que participen activamente en la ardua tarea social de salvaguardar y preservar el patrimonio constituye la base sobre la cual equipos de investigación, como el que se integra en el presente libro, se sumergen en la búsqueda de la mejora de la educación en este complejo ámbito, ofreciendo a la comunidad científica y educativa un amplio catálogo de buenas prácticas con el que comenzar a trabajar».

7Ainda na chancela das edições Trea publica-se uma recensão do livro Metodologías para el Recuento de Visitantes (de Antoni Laporte Roselló, Joaquina Bobes González y Xavier Ulled Bertran), recenseado por Leticia Pérez Castellanos (Instituto Nacional de Antropología e Historia, México). Esta publicação centra-se na área do estudo de públicos, analisando, em particular, o modelo de recolha de dados sobre visitantes de museus (físicos e digitais) implementado pelo Observatorio de los Públicos del Patrimonio Cultural de Cataluña (OPPCC) nos equipamentos culturais/patrimoniais desta região espanhola.

8Segue-se uma recensão de Sónia Duarte (Universidade de Lisboa) sobre a exposição madrilena Historia de dos Pintoras: Sofonisba Anguissola y Lavinia Fontana (2019-2020), que se realizou no Museu do Prado, e sobre o catálogo homónimo associado à exposição. A exposição destaca a obra de duas pintoras italianas, Sofonisba Anguissola (1535-1625) e Lavinia Fontana (1552-1614), contribuindo para uma maior visibilidade na representação de mulheres artistas, uma agenda que parece começar a ganhar maior relevo no mundo dos museus.

9O livro Exhibitions as Research: Experimental Methods in Museums (ed. Peter Bjerregaard), da chancela da Routledge, fecha a secção de recensões e o alinhamento deste número. Recenseado por Irene Sánchez Izquierdo (Universidad de Alcalá, Espanha), esta publicação aborda o potencial das exposições como método de investigação e de experimentação.

10Um agradecimento especial é devido à artista e investigadora portuguesa Catarina Simão, que nos cedeu uma imagem para a capa deste número. A escolha de obras de artistas para as capas da MIDAS visa o prolongamento da discussão sobre museus, sobre os seus modos de existência e sobre como são percebidos ou vividos na contemporaneidade sob o olhar dos artistas contemporâneos. Assim, a capa do 14.º número tem por base uma imagem que mostra um estudo para o dossiê R, a peça central da exposição R-Humor de Catarina Simão, nas Galerias Municipais – Galeria Avenida da Índia (Lisboa), em 2020. O dossiê R mostra 245 fotografias representando a arte maconde existente nos museus em Moçambique. Ainda relativamente à capa deste número, agradecemos à Elisa Noronha Nascimento pela curadoria e pelo arranjo gráfico final.

11Destinamos as palavras finais aos autores e às autoras que nos enviaram as suas propostas, aos colegas que apoiaram o processo editorial e aos referees, cuja colaboração é fundamental para garantir a qualidade do processo de arbitragem científica.

Topo da página

Para citar este artigo

Referência eletrónica

Alice Semedo, Ana Carvalho, Paulo Simões Rodrigues, Pedro Casaleiro e Raquel Henriques da Silva, «Editorial»MIDAS [Online], 14 | 2022, posto online no dia 15 maio 2022, consultado o 18 junho 2024. URL: http://0-journals-openedition-org.catalogue.libraries.london.ac.uk/midas/3412; DOI: https://0-doi-org.catalogue.libraries.london.ac.uk/10.4000/midas.3412

Topo da página

Autores

Alice Semedo

Departamento de Ciências e Técnicas do Património da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Portugal, semedo.alice@gmail.com, https://orcid.org/0000-0001-8308-0971

Artigos do mesmo autor

Ana Carvalho

Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS), Universidade de Évora, arcarvalho@uevora.pt, https://orcid.org/0000-0003-1452-7711

Artigos do mesmo autor

Paulo Simões Rodrigues

Centro de História da Arte e Investigação Artística (CHAIA), Universidade de Évora, Portugal, psr@uevora.pt, https://orcid.org/0000-0002-9258-2989

Artigos do mesmo autor

Pedro Casaleiro

Universidade de Coimbra, Portugal, pcasaleiro@ci.uc.pt, https://orcid.org/0000-0001-9783-9379

Artigos do mesmo autor

Raquel Henriques da Silva

Instituto de História da Arte (IHA), Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova, Portugal, raquelhs10@gmail.com, https://orcid.org/0000-0002-8217-4586

Artigos do mesmo autor

Topo da página

Direitos de autor

CC-BY-NC-SA-4.0

Apenas o texto pode ser utilizado sob licença CC BY-NC-SA 4.0. Outros elementos (ilustrações, anexos importados) são "Todos os direitos reservados", à exceção de indicação em contrário.

Topo da página
Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search